Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
04 de janeiro de 2020, 21h36

Cebrapaz condena “atentado terrorista do Governo Trump”

O Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz também rechaçou a posição de Bolsonaro sobre o assassinato do general Qasem Soleimani, do Irã

Foto: Casa Branca/Shealah Craighead

O Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) emitiu nota neste sábado criticando a ação militar comandada pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, contra o general Qasem Soleimani, comandante da Força Al Quds, unidade especial da Guarda Revolucionária do Irã. Segundo a organização, o ataque compromete a paz e a segurança no mundo.

“O ataque ordenado por Trump foi uma ação criminosa, configurando uma linha de continuidade com o que fizeram seus antecessores. Tal como um dos ex-chefes da Casa Branca, George W. Bush, praticou a chamada guerra preventiva, o atual governante dos Estados Unidos executa os assassinatos preventivos, matando dirigentes de outros países”, diz trecho da nota.

A organização considera ainda que “o ataque terrorista dos Estados Unidos contra o Iraque e o Irã, Estados nacionais soberanos, membros plenos da Organização das Nações Unidas, compromete a paz e a segurança no mundo, aumenta a instabilidade, acende conflitos com potencial de se transformar em incontroláveis e generalizadas conflagrações”.

A posição adotada pelo governo do presidente Jair Bolsonaro também foi rechaçada. “Ao alinhar-se com a prática de crimes do imperialismo e com sua estratégia terrorista e belicista, Bolsonaro e seu Ministério das Relações Exteriores se afastam da posição que a diplomacia brasileira tem defendido ao longo da sua história de propugnar a paz, e violam a Constituição Federal, que obriga o Brasil a defender a autodeterminação das nações e a solução pacífica dos conflitos internacionais”, afirma.

Confira aqui a nota na íntegra

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum