Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
01 de janeiro de 2020, 17h00

Cineasta olavista: Estamos zoando o Papa Francisco porque não gostamos dele

Josias Teófilo, um dos principais doutrinados por Olavo de Carvalho, produtor de um filme sobre a vida do guru, chamou o papa de "Tapa Francisco". Matteo Salvini, da extrema-direita italiana, fez paródia em vídeo sobre caso envolvendo líder católico

Olavo de Carvalho, Eduardo Bolsonaro, Josias Teofilo e Steve Bannon (Reprodução)

O cineasta Josias Teófilo, um dos principais doutrinados por Olavo de Carvalho, produtor de um filme sobre a vida do guru, disse abertamente em seu Twitter o motivo pelo qual estão atacando o Papa Francisco, após o líder católico dar três tapas em uma mulher que o puxou na noite desta terça-feira (31) na Praça São Pedro, no Vaticano.

“Nós sabemos que o Papa Francisco não fez nada de errado no caso do tapa, estamos zoando só porque não gostamos dele”, tuitou, após uma sequência de publicações buscando ridicularizar o “Tapa Francisco”.

Salvini
Na Itália, a extrema-direita também usou o fato para ironizar o papa. De férias em uma estação de esqui, o senador e ex-ministro do interior, Matteo Salvini, um dos líderes da extrema-direita mundial mais próximo de Jair Bolsonaro, ironizou fazendo uma simulação em vídeo da reação do Papa.

publicou um vídeo nas redes sociais que o mostra sendo agarrado pela mão pela namorada, Francesca Verdini, enquanto andava. Em seguida, Salvini dá três pulinhos e levanta a mão como se fosse desferir um tapa, mas faz um carinho no rosto da companheira.

“Puxado por uma fã agitada”, escreveu o ex-ministro no Twitter.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum