O que o brasileiro pensa?
08 de abril de 2020, 12h16

Com 169 milhões de reais atrasados, Brasil tem a quarta maior dívida entre países membros da OMS

Segundo documentos oficiais da entidade, divulgados em março deste ano, o governo de Jair Bolsonaro não pagou contribuições regulares em 2019 e 2020

Edifício sede da OMS, em Genebra (Foto: Divulgação)

Os informes oficiais divulgados pela OMS (Organização Mundial da Saúde), no dia 31 de março, afirmam que o governo brasileiro não pagou as duas últimas contribuições regulares que deve fazer como país membro, referente aos anos de 2019 e 2020 – ou seja, ambas durante o governo de Jair Bolsonaro. A informação é da coluna do correspondente Jamil Chade, do UOL.

Assim como os demais membros, o valor da contribuição do Brasil para o orçamento da entidade é calculada de acordo com o peso que este tem na economia mundial.

A arrecadação da OMS é feita em duas moedas diferentes, para evitar que os valores sejam atingidos pela volatilidade do câmbio. Por isso, a dívida brasileira se divide em duas partes, uma no valor de 16,1 milhões de dólares, e a segunda no valor de 16,3 milhões de francos suíços. As duas dívidas juntas, e traduzidas em reais, significariam cerca de 169 milhões.

No entanto, é preciso dizer que os últimos pagamentos do Brasil à OMS foram feitos sim pelo governo de Jair Bolsonaro, nos meses de outubro e novembro de 2019, contudo, se referiam a dívidas que o país tinha referentes a 2018, último ano de gestão de Michel Temer.

Além disso, há dívidas maiores que a do Brasil, como a dos Estados Unidos, que deixou de pagar cerca de 200 milhões de dólares nos últimos anos, que afetam muito mais orçamento da entidade que o caso brasileiro – a contribuição estadunidense representa 22% da arrecadação do órgão, enquanto a brasileira significa 2,9%.

O presidente norte-americano Donald Trump afirmou nesta terça que vai cortar os pagamentos do seu país à entidade, acusando-a de ser “influenciada demais pela China”. O curioso dessa acusação é que o gigante asiático é o segundo maior devedor da OMS, com 60 milhões de dólares – a diferença é que, no caso do governo de Pequim, os valores se referem somente ao ano de 2020, não incluem dívidas de anos anteriores.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum