Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
30 de janeiro de 2020, 13h29

Com mais de 100 mil suspeitas na China, OMS prepara plano global contra coronavírus

A OMS informa que 18% dos infectados com o coronavírus estão em situação grave e as mortes registradas até agora correspondem a 2% dos casos

Foto: Reprodução

A OMS (Organização Mundial da Saúde) difundiu um documento para os governos do mundo, durante uma reunião confidencial realizada em Genebra, nesta quinta-feira (30), no qual revela que mais de cem mil pessoas estão sob observação na China, suspeitas de contaminação pelo coronavírus.

O informe fala dos 7,8 mil casos oficiais registrados da doença até agora, em 31 províncias da China e em 18 outros países, e que 1,3 mil desses casos são considerados graves. Além disso, fala que 88,6 mil pessoas estão trabalhando no cuidado dos doentes ou tendo algum tipo de contato com eles, o que desperta o temor de que eles também possam desenvolver a doença em breve – o período de incubação do vírus, entre o contágio e a aparição dos primeiros sintomas, pode variar de um a 14 dias.

Diante dessa situação, a OMS divulgou um plano detalhado para uma resposta mundial contra a epidemia, integrando medidas regionais, nacionais e globais. Segundo a entidade internacional, “existe a possibilidade de que haja uma capacidade insuficiente de controle da doença”.

Entre os alertas da entidade a todos os governos que dela participam, está um bastante alarmante, que diz: “esse surto pode ter consequências sérias para a saúde pública e um impacto pesado sobre os sistemas de saúde”. A ordem, diante da ameaça do vírus, é a de prevenir sua proliferação, com ações para “equipar os sistemas de saúde, para que sejam capazes de detectar, isolar e cuidar dos pacientes”.

O informe da OMS também enfatiza a necessidade de se “lutar contra a desinformação”. A entidade não fala em restrições de viajar à China, ou às regiões próximas ao epicentro da epidemia, mas faz um alerta para que se tenha “máxima precaução, para impedir a transmissão da doença”, e que se busque apoio médico imediato no caso de sentir algum sintoma.

O informe da OMS, afirma que 18% dos infectados com o coronavírus estão em situação grave, e as mortes registradas até agora correspondem a 2% dos casos.

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum