Contágio cai 39% em duas semanas nos EUA por aumento da vacinação

Imunização em massa, defendida por Joe Biden, faz com que o número de casos da Covid-19 diminua significativamente, porém, risco de faltar doses já preocupa

Ao contrário do que acontece no Brasil, onde o governo de Jair Bolsonaro, “derrapa” nas estratégias de combate à pandemia do coronavírus, nos EUA o número de casos de Covid-19 vem caindo, após imunização em massa defendida pelo presidente Joe Biden, que, inclusive, já recebeu as duas doses.

Em média, o país vacina 1,7 milhão de pessoas diariamente. Com isso, a quantidade de novos infectados diminuiu 39% nas últimas duas semanas, conforme relatos do The New York imes.

O governo norte-americano registra mil mortos por dia, o que representa uma queda de 18% no mesmo período, além de 67 mil internações, redução de 28% nos 14 dias.

Em relação ao pico, em 8 de janeiro, a queda no número diário de casos é maior ainda, de acordo com a Universidade Johns Hopkins: foi de 249,8 mil para 90,2 mil, retração de 63%.

No entanto, um novo problema está prestes a interromper esse avanço: cresce, significativamente, o risco de faltar vacina. Isso em um cenário no qual novas variantes mais contagiosas e mortais do vírus começam a surgir.

Escassez

A Califórnia anunciou, na última semana, que expandiria a vacinação para pessoas de qualquer idade com problemas de saúde ou comorbidades. Entretanto, foram utilizados 72% das doses e já existe problemas em algumas regiões. O estado de Nova Iorque usou 90% de suas doses.

O diretor do Centro de Pesquisa e Política de Doenças Infecciosas da Universidade de Minnesota, Michael Osterholm, fez um alerta: “As pessoas ficarão irritadas quando a segunda dose prometida não chegar a tempo”.

Com informações do Estadão

Avatar de Lucas Vasques

Lucas Vasques

Jornalista e redator da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR