O que o brasileiro pensa?
08 de junho de 2020, 13h21

De origem jamaicana, prefeito de Bristol diz que estátua de escravista era “afronta” e derrubada foi “histórica”

Marvin Rees afirmou que a estátua de Edward Colston deve ser mandada para um museu

Reprodução

O prefeito de Bristol, Marvin Rees, afirmou nesta segunda-feira (8) que a estátua do traficante de escravos Edward Colston (1636-1721), derrubada neste domingo (7) durante o protesto antirracista da cidade, era uma “afronta pessoal” a ele, que é de origem jamaicana.

O prefeito disse ainda que a derrubada foi “histórica”, mas que é “muito provável” que a peça vá para um museu.

“Como representante eleito, obviamente não posso tolerar esse dano e estou muito preocupado com as implicações que uma manifestação maciça possa ter em uma segunda onda (de contaminações por coronavírus)”, disse Rees à BBC.

“Mas eu sou de origem jamaicana e não posso dizer que tenho um verdadeiro sentimento de perda por esta estátua”, continuou. Contrariando o discurso de Rees, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, disse que a remoção foi um “ato criminoso”.

Estima-se que Colston tenha transportado cerca de 84 mil homens, mulheres e crianças da África Ocidental para serem vendidos como escravos. Durante a viagem, 19 mil morreram.

A estátua em tributo ao escravocrata foi erguida em 1895 e já sofreu inúmeras petições para ser derrubada, uma com mais de 10 mil assinaturas. Para derrubá-la durante o protesto deste domingo, manifestantes usaram uma corda e a puxaram pelo pescoço.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum