O que o brasileiro pensa?
27 de junho de 2019, 09h19

Deu no New York Times: pó branco, rostos vermelhos e a carga de cocaína a bordo do avião presidencial do Brasil

Ainda no primeiro parágrafo, o NYT lembra que Bolsonaro prometeu perseguir implacavelmente o narcotráfico durante sua campanha presidencial, e que por isso seu governo foi duramente pressionado a explicar o ocorrido com o avião, que fazia parte da comitiva presidencial.

Matéria do New York Times sobre a cocaína encontrada na comitiva de Bolsonaro (Foto: Reprodução).

Em matéria assinada pelo correspondente Ernesto Londoño, e publicada nesta quarta-feira (26), o jornal estadunidense The New York Times comentou ironicamente o caso do militar brasileiro preso na Espanha com porte de 39 kg de cocaína.

O texto começa satirizando o mandatário brasileiro logo no título: “Pó branco, rostos vermelhos”. Ainda no primeiro parágrafo, o NYT lembra que Bolsonaro prometeu perseguir implacavelmente o narcotráfico durante sua campanha presidencial, e que por isso seu governo foi duramente pressionado a explicar o ocorrido com o avião, que fazia parte da comitiva presidencial.

O jornal também fala que “apesar do extraordinário constrangimento extraordinário para o senhor Bolsonaro, ele exaltou a integridade e o profissionalismo das Forças Armadas brasileiras (…) e chamou de `inaceitável´ o que aconteceu, prometendo uma `punição severa´ para o envolvido”.

A matéria também dá nome ao oficial preso no Aeroporto de Sevilha, dizendo se tratar do sargento Manoel Silva Rodrigues, que transportava a equipe de apoio à viagem de Bolsonaro para a cúpula do G20, no Japão, e fazia uma escala na Espanha.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Segundo o NYT, que repercutiu declarações das autoridades espanholas ao jornal El País, o sargento Rodrigues saiu do avião carregando uma sacola e uma mala de mão, e quando os inspetores do aeroporto revisaram a sacola, encontraram 37 pacotes de cocaína e nada mais.

O jornal americano também lembra que o Brasil está entre os maiores mercados consumidores de cocaína do mundo, e que é um importante ponto de partida para o envio de drogas à Europa e à África. Também salientou que Bolsonaro apresentou um projeto recentemente que define sentenças mais severas por crimes relacionados ao trágico de drogas, o qual permitiria à polícia ter mais liberdade para abrir fogo contra suspeitos de crimes.

Finalmente, a matéria termina com uma declaração do deputado Marcelo Freixo, dizendo que “a prisão do militar deveria levar o governo a refletir sobre sua abordagem para combater o narcotráfico, e demonstra o erro em se perseguir uma guerra contra as drogas nas favelas brasileiras, que vitima os mais pobres e gera fortunas em todo o mundo e envolve pessoas poderosas”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum