Fórumcast, o podcast da Fórum
27 de fevereiro de 2018, 21h46

Dias antes do Oscar, capa da ‘The New Yorker’ denuncia assédio em Hollywood

A capa desta semana da revista norte-americana é quase uma mensagem subliminar, mas se observada com atenção, fica fácil perceber que se trata de um registro de momentos que antecedem o assédio sexual. "Oportunidade de ouro", ironizou o autor. Confira

A revista norte-americana The New Yorker foi às bancas nesta segunda-feira (26), a apenas seis dias da cerimônia do Oscar, com uma capa que já é considerada por muitos como histórica.

A ilustração de Chris Ware, para muitos, demanda algum tempo para ser compreendida. Se observada com atenção, no entanto, passa uma mensagem muito clara de crítica à cultura do assédio sexual em Hollywood, denunciada principalmente no ano passado a partir do relato de dezenas de atrizes, que culminaram na criação do movimento #MeToo.

A ilustração, batizada de “Golden Opportunity” (em português, “Oportunidade de ouro”), mostra o que seria o fatídico momento que antecede o assédio: uma mulher, atriz, em um teste com o provável diretor de um filme, que está fechando a cortina da sala. Elementos como uma estatueta do Oscar na estante, um celular gravando o teste, fotos da atriz em cima da mesa e o gesto do diretor fechando a cortina não deixam dúvidas quanto à mensagem que pretende se passar.

Diz a The New Yorker na publicação em seu site em que divulga a capa da semana:

“Os filmes são os modelos de sonhos pelos quais várias gerações codificaram, alteraram e empurraram os limites de seu comportamento”, diz o artista Chris Ware sobre sua mais nova capa na The New Yorker, sua vigésima quarta. Chegando nas bancas seis dias antes dos Oscar, a imagem retrata um ano tumultuado na indústria cinematográfica em que revelações de má conduta sexual em Hollywood ajudaram a inflamar o movimento #MeToo.

“Por muito tempo”, diz Ware, “esquecemos isso, enquanto atrizes como Clara Bow, Marilyn Monroe ou Lupita Nyong’o, que são estrelas de cinema, também são seres humanos, sujeitos à totalidade da vida”.

Saiba mais aqui.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum