Diretor do Liverpool diz que sucesso do time “se baseia em socialismo”

Peter Moore diz que aspecto "único" do clube está diretamente ligado com valores socialistas

Em entrevista a Diego Torres, do El País, o diretor executivo do Liverpool, Peter Moore, fez uma análise sobre o histórico da equipe e disse que o sucesso do tradicional time tem a ver com valores socialistas que se relacionam com a base operária da cidade que dá nome ao clube e com o histórico técnico Bill Shankly, que era socialista.

“Dizer que o Liverpool é único não significa muito. […] Então, como resolvemos isso? Tivemos essa incrível figura histórica no Liverpool: Bill Shankly, um treinador socialista de Escócia que estabeleceu as bases. Ainda hoje, quando falamos de negócios, perguntamos: ‘O que faria Shankly? O que diria Bill nesta situação?’. Era um verdadeiro socialista que acreditava que o futebol consistia em trabalhar em conjunto”, declara Moore, especialista em marketing.

Segundo o dirigente, a estratégia socialista de Shankly tinha muito a ver com a solidariedade e permeia o clube até hoje.

Ele também destaca os aspectos locais que fazem do Liverppol um clube “socialista”. “Há uma faixa na The Kop [famoso setor de arquibancada do Anfield] que diz: ‘A união faz a força’. Liverpool é uma cidade socialista, de tradição operária, muito unida ao porto. Já foi o porto mais movimentado do planeta. Isso mudou, mas permanece, até certo ponto, o sentido da unidade e da insularidade”, disse.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR