Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
23 de novembro de 2019, 15h52

Ditadura boliviana obriga filhos de Evo deixarem o país e ir à Argentina

Por sua vez, Evo Morales permanece no México, de onde se comunica diariamente com as novas lideranças do seu partido, o MAS (Movimento ao Socialismo). O líder indígena deve retornar à América do Sul no dia 10 de dezembro, onde deve participar a cerimônia de posse do presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández.

Reprodução Twitter.

Neste sábado (23), o presidente deposto da Bolívia, Evo Morales, conseguiu fazer com que seus dois filhos, Evariz Morales Alvarado e Álvaro Morales Peredo, deixassem o seu país natal, para conseguir asilo político na Argentina, onde fugiram da ditadura que se instalou no país depois do golpe de Estado do dia 10 de novembro.

A notícia foi confirmada via Twitter por Arturo Morillo, ministro de Governo do governo golpista de Jeanine Áñez.

Em sua mensagem, Murillo disse que por instrução da senhora presidenta demos toda a segurança aos filhos de Evo Morales para sair do país, nesta madrugada”. Também alegou que “os filhos não respondem pelos crimes dos pais”, lembrando que o presidente deposto está sendo acusado pelos golpistas não por fraude eleitoral (que foi a justificativa do golpe, e desmentida por ao menos dois informes publicados nesta semana), mas sim por crimes de “terrorismo e sedição”.

Por sua vez, Evo Morales permanece no México, de onde se comunica diariamente com as novas lideranças do seu partido, o MAS (Movimento ao Socialismo). O líder indígena deve retornar à América do Sul no dia 10 de dezembro, onde deve participar a cerimônia de posse do presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, e provavelmente aproveitará para se encontrar com os filhos.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum