quarta-feira, 23 set 2020
Publicidade

Em áudio, Evo Morales implora aos golpistas Camacho e Mesa: “Parem com o massacre”; ouça

Em áudio enviado na madrugada desta terça-feira (12) aos companheiros do do partido Movimiento al Socialismo (MAS), Evo Morales faz um apelo pedindo aos opositores golpistas Carlos Mesa e Luis Fernando “Macho” Camacho que parem com o “massacre” na Bolívia.

“No dia do golpe cívico, político e policial havia tantos mortos, tiros. A Camacho e Mesa: não matem. Defendam a vida. Parem esse massacre. Parem de humilhar a gente humilde”, pede o presidente no áudio.

Evo ainda agradece aos “companheiros” de governo e do MAS o cuidado que tiveram com ele durante o processo que levou ao golpe militar na Bolívia.

“Agradeço aos companheiros do MAS, a todos e a todas, por todo esse cuidado, por nunca me abandonarem e nunca os abandonarei. Muito obrigado. Logo estarei de volta com mais energia para trabalhar por nossa querida pátria”.

 

Refugiado
Após renunciar ao mandato para evitar um banho de sangue na Bolívia e ser caçado por opositores, Evo Morales desembarcou na madrugada desta terça-feira (12) no México, após viajar a bordo de um avião da Força Aérea mexicana.

De acordo com o governo mexicano, Morales poderá fazer a solicitação à Coordenadoria-Geral da Comissão Mexicana de Ajuda aos Refugiados (Comar), que emitirá uma resolução em até 45 dias.

A Secretaria do Interior ressaltou que a Secretaria das Relações Exteriores para já determinou a concessão do asilo político a Evo Morales. “A política de refúgio do governo do México é invariável e apegada aos princípios constitucionais e por razões humanitárias”, informou, em nota.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.