domingo, 20 set 2020
Publicidade

Em nota conjunta, Harry e William tentam desmentir suposta crise familiar na realeza britânica

Reportagem do jornal britânico The Times, publicada neste fim de semana, afirma que a decisão do príncipe Harry e de sua esposa Meghan Markle de renunciar aos seus direitos como membros da família real britânica foi motivada por um suposto comportamento hostil do irmão mais velho de Harry, o príncipe William. Segundo uma fonte anônima da reportagem, tal comportamento teria sido considerado pelo casal como “bullying”.

Em resposta à reportagem, os dois irmãos lançaram nesta segunda-feira (13) uma nota na qual repudiam a reportagem do diário britânico e a classificam como “ofensiva e de linguagem exagerada e difamatória”.

A publicação desse comunicado acontece horas antes de uma reunião familiar na qual participarão os dois príncipes, a avó e monarca do país, Elizabeth II, e o pai deles, o príncipe Charles, para discutir a polêmica decisão de Harry e Meghan Markle.

O casal declarou, na semana passada, que pretende “buscar sua independência financeira” e que passarão a viver na América do Norte – não especificaram onde, mas muitos veículos da imprensa local asseguram que o destino está entre duas cidades do Canadá, Montreal ou Vancouver. Ainda, Meghan Markle está neste momento no Canadá e, segundo a imprensa local, participará da reunião via teleconferência.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.