Em vídeo de despedida, Trump diz ser ‘outsider’ e afirma que “está apenas começando”

O republicano, que deixa a Casa Branca na quarta-feira, disse que criou "o maior movimento político da história dos Estados Unidos"

O presidente não-reeleito dos Estados Unidos, Donald Trump, preparou um vídeo de despedida do governo para esta terça-feira (19), seu último dia no comando dos EUA. Ele pediu orações para o próximo governo, comandado pro Joe Biden, e sinalizou que sua jornada “está apenas no começo”.

Em vídeo de 20 minutos, o republicano faz um balanço sobre o seu governo e afirma ter cumprido com suas promessas de campanha. No discurso, ele fala sobre “valores” e diz que chegou ao governo como um “verdadeiro outisider”, “contra o sistema”.

“Enquanto nos preparamos para passar o poder para um novo governo ao meio-dia de quarta-feira, quero que vocês saibam que o movimento que nós iniciamos está apenas começando”, declarou o mandatário.

“Nós criamos o maior movimento político da história do nosso país e a maior economia da história do mundo. Nós resgatamos o princípio de que uma nação para existir deve servir aos seus cidadãos. Nossa agenda não era sobre direita ou esquerda, republicanos ou democratas, mas sobre o bem da nação”, disse ainda.

O episódio da invasão do Capitólio – promovida por apoiadores do republicano – também foi lembrado: “Todos os americanos ficaram horrorizados com o ataque ao nosso Capitólio. A violência política é um ataque a tudo que prezamos como americanos. Isso nunca pode ser tolerado. Agora, mais do que nunca, devemos nos unir em torno de nossos valores compartilhados, superar o rancor partidário e forjar nosso destino comum”.

Ao comentar que “esta semana começa uma nova administração”, ele pede que “rezem” pelo próximo governo. Trump não cita o nome do presidente eleito Joe Biden no discurso.

Além disso, nem neste último ato, o mandatário deixou de atacar a China e chamou o coronavírus de “China vírus”.

Confira:

Com informações da Folha de S. Paulo e de O Globo

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Jornalista da Sucursal do Rio de Janeiro da Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR