segunda-feira, 21 set 2020
Publicidade

Embaixada da Ucrânia no Irã volta atrás e nega falha de motor como causa de queda de avião

A Embaixada da Ucrânia no Irã fez uma nova declaração na manhã desta quarta-feira (8) sobre a queda do avião em Teerã e negou que o acidente tenha ocorrido por falha no motor da aeronave. O chefe da agência de aviação civil iraniana ainda afirmou que o Irã não entregará a caixa-preta do Boeing 737 ucraniano.

O avião da companhia Ukraine International Airlines caiu na manhã desta quarta logo após sua decolagem do Aeroporto Internacional de Teerã, capital do Irã, com destino a Kiev. A Agência de Notícias da República Islâmica (IRNA) fala na morte de 176 pessoas no avião.

Questionado em uma entrevista em Kiev se o avião poderia ter sido derrubado por um míssil, o primeiro-ministro ucraniano, Oleksiy Honcharuk, alertou contra especulações até que os resultados de uma investigação sejam conhecidos.

A autoridade também disse que a Ucrânia proibiu voos sobre o espaço aéreo iraniano por seus aviões a partir de 9 de janeiro.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.