Fórum Educação
10 de março de 2020, 11h53

Emmanuel Macron: “epidemia do coronavírus está apenas começando”

Declaração do presidente francês destoa da do brasileiro Jair Bolsonaro, para quem o coronavírus “tem o seu poder destruidor superdimensionado”

Foto: Clauber Cleber Caetano/Presidência da República

O presidente francês, Emmanuel Macron, deu entrevista aos meios locais nesta terça-feira (10), horas depois de visitar um hospital público de Paris que trata pacientes com coronavírus. Sendo assim, o tema principal da conversa não poderia ser outro, senão a propagação do vírus em seu país e a reação do governo a este problema.

Segundo Macron, “estamos nos preparando para enfrentar algo que pode ser grande. A epidemia do coronavírus (na França) está apenas começando, mas nós já estamos tomando as medidas de saúde para mantê-la sob controle”.

O presidente anunciou também que alguns hospitais públicos do país terão alas especiais para pacientes com coronavírus, mas que essa medida pode ser incrementada nos próximos dias. “Esta é uma medida adequada para a quantidade de casos que temos hoje. Existem outros planos que podem ser acionados se este número aumenta, mas por enquanto não são necessários”.

Atualmente, a França é o segundo país europeu mais afetado pelo coronavírus. Até esta segunda, o país registrava oficialmente, 1,4 mil casos de pessoas contagiadas e 30 casos de falecimento. Entre os contagiados está o ministro da Cultura da França, Franck Riester, enquanto o chefe de gabinete de Macron, Patrick Strzoda, que apresenta sintomas, anunciou nesta terça que realizará exames para verificar se contraiu o vírus.

“Devemos estar bem lúcidos na hora de reagir a esta epidemia. O ministro da Saúde (Olivier Véran) sempre lembra que, para uma boa reação à esta situação, a primeira providência é não entrar em pânico”, afirmou o mandatário francês, após a visita ao hospital.

As declarações de Macron destoam um pouco da reação de Jair Bolsonaro, um dos seus maiores desafetos internacionais.

Em meio a viagem pelos Estados Unidos, o presidente brasileiro reclamou da cobertura da imprensa sobre o coronavírus, e afirmou que a doença “tem o seu poder destruidor superdimensionado”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum