sexta-feira, 25 set 2020
Publicidade

Ernesto Araújo sugere que “ditadura” da Venezuela é pior que a da Coréia do Norte

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, sugeriu nesta segunda-feira (25) que a “ditadura” da Venezuela seria pior que a da Coréia do Norte. Em entrevista à GloboNews, o chanceler se enrolou para responder a uma pergunta sobre o motivo pelo qual o governo brasileiro dialoga com o governo norte-coreano e não dialoga com o presidente eleito da Venezuela, Nicolás Maduro.

“São situações diferentes. No caso da Venezuela, é um caso onde o regime está oprimindo seu povo de maneira brutal, as pessoas estão passando fome, inclusive atiram nas pessoas que querem ter acesso à ajuda humanitária”, disse, ao que o repórter rebateu: “Na Coréia do Norte a mesma coisa”.

O chanceler, então, seguiu com sua resposta truncada. “Não sei se necessariamente com esse… Esse grau de brutalidade que vimos nesse final de semana”, afirmou, em meio a gaguejadas.

A declaração foi dada após reunião entre o ministro, o vice-presidente Hamilton Mourão, representantes do Grupo de Lima e o deputado Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente da Venezuela. No encontro, os líderes pediram para que a solução da crise no país governado por Nicolás Maduro se dê de forma pacífica.

Já há algumas semanas que governos aliados à Maduro alertam para o fato de que a “ajuda humanitária” encampada pelos Estados Unidos com o apoio do Brasil se trata, na verdade, de um plano para intervir militarmente na Venezuela.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.