Fórumcast #20
03 de maio de 2019, 11h43

Espanha não vai permitir que embaixada vire centro de ativismo político de Leopoldo López

O líder da oposição da Venezuela está abrigado na residência do embaixador da Espanha em Caracas

Guaidó e López. Foto: Lilian Tintori/Twitter

O ministro de Relações Exteriores espanhol, Josep Borrell, afirmou nesta sexta-feira (3) que “a Espanha não vai permitir que a sua embaixada se converta num centro de ativismo político” do líder opositor venezuelano Leopoldo López, que está abrigado na residência do embaixador da Espanha em Caracas, após a derrota da tentativa de golpe na última terça-feira (30), segundo informou o jornal espanhol “El País”.

Borrell, que está em Beirute, capital do Líbano, em visita oficial, afirmou ainda que a figura de “hóspede ou acolhido” na embaixada “naturalmente” implica numa limitação da atividade política.

Na quinta-feira, López deu entrevista à imprensa da residência do embaixador espanhol. Borrell disse que “a partir de agora isso será regulamentado”.

“Temos a confiança de que, nestas condições [de hóspede ou acolhido de López], a Venezuela vai respeitar naturalmente a imunidade do território da embaixada da Espanha”, afirmou o chanceler.

A União Europeia manteve a cautela com relação à decisão da Espanha de hospedar López na residência de seu embaixador em Caracas. “Trata-se de uma decisão nacional da Espanha, mas posso destacar a importância do respeito à imunidade diplomática em todos os casos”, afirmou a Alta Representante de Política Externa da UE, Federica Mogherini.

Veja também:  “The Guardian” chama Bolsonaro de “segundo Trump” e critica “retórica ofensiva” do brasileiro

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum