O que o brasileiro pensa?
13 de julho de 2020, 23h17

Esquerda chega ao poder após vencer eleição no Suriname

O novo presidente será Chandrikapersad Santokhi, do Partido da Reforma Progressista (de centro-esquerda), que terminará com 10 anos de mandato do nacionalista Dési Bouterse

Chandrikapersad Santokhi (foto: AD.nl)

A Assembleia Nacional do Suriname ratificou nesta segunda-feira (13) o resultado das eleições realizadas no país no dia 25 de maio, confirmando a vitória do progressista Chandrikapersad Santokhi, do Partido da Reforma Progressista (de centro-esquerda), que impediu uma nova reeleição do nacionalista Dési Bouterse, que já está há 10 anos (2 mandatos) no poder.

Em maio, Santokhi venceu as presidenciais com 39,4%, enquanto Bouterse teve 23,9%. Contudo, devido às leis do país, o resultado precisa ser aprovado pelo novo parlamento eleito para ser considerado válido, e isso só aconteceu nesta segunda.

Santokhi será o 10 presidente da história do Suriname, e o segundo do Partido da Reforma Progressista – Ramsewak Shankar governou entre 1988 e 1990, mas não completou seu mandato: foi derrubado por um golpe de Estado.

A posse do novo presidente deve acontecer no dia 12 de agosto. Junto com a Venezuela e a Argentina, o Suriname será um dos três países da América do Sul com governo progressista.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags