#Fórumcast, o podcast da Fórum
10 de julho de 2019, 14h48

Estatal de petróleo boliviana quer comprar gasoduto da Petrobras

YPFB, comandada pelo governo Evo Morales, vai entrar na licitação que prevê a privatização do gasoduto Bolívia-Brasil

Foto: Petrobras

A YPFB, empresa petrolífera da Bolívia, pretende comprar a parcela da Petrobrás da Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia-Brasil (TBG), empresa responsável pelo gasoduto que liga a fronteira dos dois países até São Paulo.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

A venda dos 51% TBG na qual a Petrobrás é dona foi anunciada nesta segunda-feira (8) em razão do acordo com o Cade que define o processo de privatização da estatal brasileira conduzido pelo governo Jair Bolsonaro. A Bolívia disse que vai participar da licitação com o objetivo de ampliar a participação no gasoduto, que hoje é de apenas 12%.

“A possibilidade de ter maior presença no mercado brasileiro permitirá à YPFB encarar negociações para comercializar gás natural diretamente com empresas distribuidoras e industrias privadas, localizadas no sudeste brasileiro, evitando a intermediação de terceiros na venda de gás; desta forma, ganhar tanto em tempo de negociação, definição de volume, preços e prazos contratuais”, disse Luis Alberto Poma Calle, gerente de Regulação e Despacho da empresa Gás TransBoliviano (GTB), subsidiária da YPFB.

O gasoduto tem 3.150 km de extensão, sendo 82% em solo brasileiro, sob administração da TBG. Segundo a YPFB, os dutos podem transportar mais de 32 milhões de metros cúbicos de gás diariamente.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum