Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
14 de julho de 2018, 16h31

Facebook tirou do ar a página do Petro, que foi candidato à presidência da Colômbia, e depois da pressão devolveu

Horas depois, em função da pressão de vários militantes, a página foi restaurada. O Facebook diz que vai apurar o que aconteceu

O ex-prefeito de Bogotá e ex-guerrilheiro Gustavo Petro, que disputou o segundo turno na Colômbia contra o senador direitista Ívan Duque, teve o seu perfil do Facebook censurado. O anúncio foi feito pelo próprio Petro, nesta sexta-feira (13), em sua conta no Twitter.

“O Facebook acaba de fechar o nosso perfil com mais de um milhão e quatrocentos mil assinantes. Pedimos a todos que solicitem ao Facebook para que retire este ato de censura contra a oposição na Colômbia. Por favor, retransmitam esta mensagem.”

Horas depois, Petro avisou que, “graças à ação de milhares de pessoas, o facebook restaurou o uso da minha página. Eles investigarão as causas que levaram ao fechamento da minha mídia mais importante. Eu agradeço ao facebook por sua diligência”.

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum