segunda-feira, 21 set 2020
Publicidade

Faixa de “Marielle presente” é vetada na final entre Flamengo e Liverpool no Mundial

Seguranças da Federação Internacional de Futebol (Fifa) proibiram, neste sábado (21), que um grupo de torcedores do Flamengo entrasse no estádio onde acontece a final do Mundial de Clubes, em Doha, no Catar, com uma faixa em homenagem à vereadora Marielle Franco, que era flamenguista.

A economista Laura Carvalho é uma das integrantes do grupo de torcedores que resolveu fazer a homenagem e, mais cedo, postou uma foto com a faixa “Marielle presente”.

De acordo com um dos torcedores, o grupo ficou surpreso com a proibição, já que na partida da semi-final eles puderam entrar no estádio com a faixa. Desta vez, na partida decisiva contra o Liverpool, um dos seguranças teria perguntado quem matou a vereadora e vetado a homenagem.

“Na semi-final fizeram perguntas, tiraram fotos da bandeira, encaminharam para alguém e foi autorizado. Explicamos que era uma política brasileira que tinha sido assassinada. O cara perguntou: mas quem matou? Respondemos: a gente não sabe, dissemos que ela era flamenguista e eles permitiram que ficássemos com a bandeira. Hoje não permitiram”, disse o torcedor Rodrigo Romeiro ao Globo Esporte, da TV Globo.

 

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.