O que o brasileiro pensa?
23 de junho de 2020, 22h57

George Floyd francês: Vídeo mostra entregador pedindo para respirar enquanto é asfixiado e morto pela polícia

“Estou sendo sufocado”, tentou dizer Cédric Chouviat, várias vezes, durante abordagem realizada em janeiro, na qual ele faleceu. Agora, com as imagens, família pede pronunciamento do presidente Macron sobre o caso

Ação da polícia francesa que terminou com a morte do entregador Cédric Chouviat (foto: reprodução YouTube)

Cinco meses antes do assassinato de George Floyd, em ação de policiais da polícia de Minneapolis, o mundo já havia assistido episódio de barbárie praticamente idêntico.

Aconteceu em Paris, no dia 3 de janeiro, quando o entregador Cédric Chouviat foi assassinado durante uma abordagem policial na qual ele também foi sufocado pelos agentes públicos. A ação foi motivada pelo fato de que o entregador falava no celular enquanto dirigia sua moto, em um local próximo à Torre Eiffel.

O próprio Chouviat, em seus últimos minutos de vida, conseguiu gravar algumas imagens do estrangulamento com seu celular. No vídeo, é possível ouvi-lo pedindo sete vezes para respirar, dizendo que estava sendo sufocado, o que foi ignorado pelos oficiais franceses.

Apesar de não conter o elemento racista (Chouviat era branco), o caso lembra muito o de George Floyd, pelo motivo banal da ação e até mesmo pela idade das vítimas: o francês tinha 42 anos, enquanto o estadunidense tinha 46.

O caso já era conhecido na França, mas só recentemente se conheceram as imagens do celular do entregador, que foram difundidas em reportagem do site de notícias independente Mediapart.

Agora, com as cenas do estrangulamento de Chouviat tendo grande repercussão em todo o país, a família pede que o presidente Emmanuel Macron se pronuncie sobre o caso. “Esperamos por respostas das autoridades, e também do presidente, não só sobre as responsabilidades na morte do meu pai mas também sobre as políticas de segurança adotadas no país”, disse Sofia Chouviat, filha de Cédric, de 18 anos.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum