sexta-feira, 18 set 2020
Publicidade

Governo do Chile culpa fãs K-Pop por manifestações que já duram mais de dois meses

Um informe publicado pelo governo chileno neste domingo (22) responsabiliza jovens fãs de K-Pop como os principais responsáveis pelas mobilizações que sacodem o país desde outubro contra o neoliberalismo e contra o presidente de Sebastián Piñera. A avaliação virou piada nas redes sociais.

“São aficionados ao K-Pop e tem poucos seguidores, menos de 5.000″, diz trecho do levantamento que aponta que os jovens chilenos são responsáveis por 4 milhões de retuítes entre 18 e 25 de outubro. Dois meios de comunicação alternativos, PiensaPrensa o ChileOkulto, também aparecem entre os maiores influenciadores dessas postagens ao lado do cantor Mon Laferte e da comediante Paola Molina.

Jogadores da seleção chilena, como o goleiro Claudio Bravo e o zagueiro Gary Medel, são elencados entre as “personalidades” que impulsionam as manifestações junto de figuras políticas da Frente Ampla e do Partido Comunista, como Pamela Jiles (deputada), Camila Vallejo (deputada), Karol Cariola (deputada) e Beatriz Sánchez (candidata à presidência pela FA nas últimas eleições).

O informe foi ridicularizado nas redes sociais pelas análises consideradas superficiais e sem consistência. Muitos memes com bandas de K-Pop viralizaram nas redes sociais.

Confira algumas das postagens:

 

 

*Com informações do Diário El Dia

 

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.