domingo, 27 set 2020
Publicidade

Governo libanês mobiliza exército em áreas próximas à explosão em Beirute

Após a explosão ocorrida nesta terça-feira (4), no Porto de Beirute, o presidente do Líbano, Michel Aoun, acionou as Forças Armadas para que atuem em um raio de ao menos 5 quilômetros do local onde houve a detonação.

Segundo Agência Nacional de Notícias do Líbano, cerca de 140 soldados já estão nas ruas da capital trabalhando em tarefas de segurança e resgate dos afetados.

Até o momento, a explosão já causou 73 mortes e mais de 4 mil feridos, segundo a mesma agência de notícias estatal.

Aoun informou que parte dos militares presentes na zona está trabalhando com o Corpo de Bombeiros no resgate das vítimas – se estima que há centenas de pessoas presas em edifícios danificados pela explosão, alguns dos quais com perigo de desmoronamento.

Outra parte dos militares mobilizados está realizando tarefas de patrulhamento e controle de possíveis distúrbios na zona.

* Informação sobre a quantidade de mortos e feridos na explosão corresponde à atualização oficial informada às 21h desta terça-feira (4)

Victor Farinelli
Victor Farinelli
Jornalista formado pela Universidade Católica de Santos, há 15 anos é correspondente na Argentina (2004 e 2005) e no Chile (desde 2006).