O que o brasileiro pensa?
01 de abril de 2020, 10h52

Governos africanos solicitam perdão da dívida total durante três anos, para enfrentar covid-19

Pedido foi principal destaque em encontro dos ministros da Economia dos países africanos junto com representantes da Comissão Econômica das Nações Unidas para a África

Foto: Agência Lusa

Em uma reunião realizada por vídeo conferência, nesta quarta-feira (1), os ministros da Economia dos países africanos solicitaram à ONU (Organização das Nações Unidas) um perdão da dívida total dos seus países pelos próximos 3 anos. A medida tem como justificativa o fato de que esses países precisam priorizar as medidas de contenção à pandemia de covid-19.

O encontro virtual reuniu os ministros africanos e os representantes da UNECA (sigla em inglês da Comissão Econômica das Nações Unidas para África). Em uma carta entregue ao órgão internacional, e assinada por todos os representantes africanos, os países alegam que “o foco imediato deve permanecer na frente humanitária e na da saúde”.

“Os ministros pediram um alívio da dívida por parte dos parceiros bilaterais, multilaterais e comerciais com o apoio de instituições financeiras multilaterais e bilaterais, como o Fundo Monetário Internacional, o Banco Mundial e a União Europeia, para garantir que os países africanos garantem a margem orçamental de que precisam para lidar com a crise da covid-19”, também diz o comunicado.

Além disso, salientam que o pedido “deve ser para toda a África, e deve ser feito de forma colaborativa e coordenada, através da criação de um veículo financeiro especial que lide com as obrigações da dívida soberana”.

Até esta terça-feira (31), os países africanos registravam cerca de 196 mortes por coronavírus, em pouco mais de 5,7 mil casos registrados, em 49 países diferentes.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum