Fórumcast, o podcast da Fórum
20 de setembro de 2019, 17h08

Greve Global do Clima: Bolsonaro é lembrado por manifestantes na Alemanha

Críticas ao presidente Jair Bolsonaro foram expostas em diversas cidades no mundo durante a #GreveGlobalPeloClima #ClimateStrike

Louis Smith/Twitter

O presidente Jair Bolsonaro segue sendo visto internacionalmente como uma ameaça ao meio ambiente. Pelo menos é o que foi visto durante a Greve Global do Clima, que já levou milhões de pessoas às ruas no mundo todo nesta sexta-feira (20). Em cartazes espalhados por todo o planeta, Bolsonaro aparece como responsável pela queimadas da Amazônia devido à sua política ambiental considerada complacente com a devastação da floresta, que tem tido altos índices de incêndios e desmatamento.

Na Alemanha, em um dos cartazes o presidente brasileiro aparece fazendo “joinha” em frente a uma queimada junto a uma frase “Vamos deixar isso queimar! Nós vamos deixar queimar?”. Em outro, Bolsonaro aparece dando um beijo em Donald Trump, presidente dos EUA, que defendeu o governo brasileiro em reunião do G-7 sobre as queimadas na Amazônia.

Nas manifestações de Londres placas contra o ex-capitão também foram vistas. A ONG Survival Internacional levou uma mensagem pedindo “Bolsonaro, proteja as terras indígenas”, enquanto manifestantes pediram a saída do presidente e expuseram críticas.

As manifestações ocorrem um dia antes de começar a Cúpula pelo Clima, da Organização das Nações Unidas (ONU), que começa neste sábado (21) e vai até a segunda-feira (23), em Nova York, e exigem medidas concretas para frear as emissões de gás carbônico e combater o aquecimento global. O Brasil teve discurso vetado na Cúpula por não apresentar contribuições ambiciosas no assunto, após anos sendo considerado referência em diplomacia ambiental.

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum