Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
10 de novembro de 2019, 20h54

Haddad cobra posição da OEA sobre golpe na Bolívia

"A OEA abriu caminho para o golpe na Bolívia. Podia se manifestar sobre o que acha dos últimos acontecimentos", declarou Haddad após a derrubada de Evo Morales

O ex-ministro Fernando Haddad também usou as redes sociais para condenar o golpe sofrido pelo presidente Evo Morales na Bolívia. Haddad atribuiu à Organização dos Estados Americanos (OEA) a responsabilidade pelo desfecho e cobrou um posicionamento da instituição diante do ocorrido.

“A OEA abriu caminho para o golpe na Bolívia. Podia se manifestar sobre o que acha dos últimos acontecimentos”, declarou o candidato do PT à presidência nas eleições de 2018.

A organização aderiu à teoria dos opositores de Evo, que declararam que houve fraude nas eleições. Observadora no processo eleitoral, a entidade embarcou na “denúncia” e pediu uma auditoria nas urnas. O governo, prontamente, aceitou, mas viu a oposição reagir e negar até mesmo a apuração das urnas.

Nem o presidente da organização, Luis Almagro, nem o perfil oficial da OEA fizeram publicações sobre ocorrido. Outras organizações que reiteradamente condenem a Venezuela, como o Human Rights Watch, também se calaram.

O ex-presidente Lula também se posicionou contra o golpe e lamentou que a elite econômica da América Latina não conviva com a democracia e a inclusão. “Acabo de saber que houve um golpe de estado na Bolívia e que o companheiro Evo Morales foi obrigado a renunciar. É lamentável que a América Latina tenha uma elite econômica que não saiba conviver com a democracia e com a inclusão social dos mais pobres”, disse o ex-presidente.

Golpe na Bolívia


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum