Irã emite mandado de prisão de Trump por assassinato de Soleimani

O procurador-geral do Irã afirmou que o país pediu ajuda à Interpol. O presidente dos EUA é acusado de assassinato e terrorismo

A Justiça do Irã emitiu mandados de prisão contra o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e outras 35 pessoas envolvidas no bombardeio no Iraque que matou o general Qassem Soleimani, em 3 de janeiro de 2020.

O anúncio foi feito pelo procurador-geral de Teerã, Ali Alqasi Mehr. De acordo com ele, “36 indivíduos envolvidos ou que ordenaram o assassinato de Qassem, incluindo políticos e militares dos EUA e de outros governos, foram identificados, e oficiais judiciários emitiram mandados de prisão contra eles”. A informação é da agência iraniana Fars.

O procurador disse ainda que o Irã pediu ajuda à Interpol. Segundo ele, as acusações são de assassinato e terrorismo, sendo que Trump está “no topo da lista” e será processado “assim que deixar a Presidência”.

Comandante da Força Al Quds, unidade especial da Guarda Revolucionária do Irã, Soleimani foi um dos principais nomes por trás da estratégia militar e geopolítica do país. A morte do general após ataque aéreo dos Estados Unidos simbolizou uma guinada de tensão entre os dois países.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR