quinta-feira, 24 set 2020
Publicidade

Israel: Benjamin Netanyahu vai pedir imunidade para não ser julgado por corrupção

O primeiro ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, anunciou que vai pedir imunidade parlamentar. Se concedida, a imunidade evitará seu julgamento em três casos de corrupção, fraude e abuso de poder.

Líder do partido de extrema direita Likud, Netanyahu nega as acusações e afirma ser vítima de uma perseguição política. Tentando minimizar os impactos do anúncio, o primeiro ministro disse que a imunidade duraria apenas o período de um mandato de deputado A sua justificativa é a de que pretende “evitar processos políticos com o objetivo de distorcer a vontade do povo”.

Netanyahu será candidato a primeiro ministro novamente nas eleições legislativas programadas para 2 de março. É a terceira vez que os israelenses são convocados às urnas no período de um ano, devido à incapacidade de Netanyahu de formar um governo por coligação no parlamento de Israel.

Após 13 anos consecutivos no poder, parlamentares reúnem desconfianças sobre o primeiro ministro, que também tem forte oposição. Mesmo que a imunidade seja concedida, é provável que seja impopular entre os eleitores.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.