Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
03 de janeiro de 2020, 06h50

Israel entra em alerta máximo após anúncio de “dura resposta” do Irã por assassinato de general

"A alegria momentânea dos estadunidenses e sionistas não dura muito tempo e vai se transformar em luto", disse o porta-voz das Guarda Revolucionária do Irã, Ramezan Sharif. Ministério da Defesa de Israel convocou reunião extraordinária e colocou em alerta tropas na fronteira com o Líbano e a Síria e na Faixa de Gaza

Guarda Revolucionária Iraniana (Reprodução/jns.org)

O Ministério da Defesa de Israel convocou uma reunião extraordinária na manhã desta sexta-feira (3) após o ataque dos Estados Unidos em Bagdá, no Iraque, que assassinou o general Qasem Soleimani, principal liderança militar do Irã.

Após o ataque, o exército israelense entrou em alerta máximo nas fronteiras do norte, aguardando retaliação de aliados iranianos nas fronteiras com o Líbano, Síria e na Faixa de Gaza.

No Irã, o general Ramezan Sharif, porta-voz da Guarda Revolucionária Islâmica disse que EUA e Israel receberão uma “dura resposta” pelo assassinato de Qasem Soleimani.

“Hoje, a israelenses e americanos cometeram um crime flagrante em desacordo com todas as leis e regulamentos internacionais e ter certeza que eles receberão uma resposta dura”, disse em entrevista à TV iraniana na manhã desta sexta-feira (3), segundo a agência Reuters.

“Certamente a alegria momentânea dos estadunidenses e sionistas não dura muito tempo e vai se transformar em luto”, disse Sharif.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags