sexta-feira, 25 set 2020
Publicidade

Japão vai retomar a caça de baleias para fins comerciais, apesar de proibição internacional

O Japão vai deixar a Comissão Baleeira Internacional (IWC, na sigla em inglês) e retomar a caça comercial de baleias em julho de 2019. A prática foi banida pela IWC em 1986, depois que algumas espécies foram quase extintas.

De acordo com a BBC, o porta-voz do governo, Yoshihide Suga, a caça comercial de baleias estaria restrita às águas territoriais japonesas e às zonas econômicas, excluindo as águas da Antártida e no hemisfério sul.

Autoridades do Japão, que é membro da IWC desde 1951, dizem que comer baleias é parte da cultura local. Nos últimos 30 anos, o país asiático tem capturado baleias, como parte de seu programa científico, autorizado pela IWC como uma exceção ao banimento.

Hoje algo entre 200 e 1,2 mil baleias por ano dos mamíferos são abatidos com fins científicos e podem ter a carne posteriormente vendida.

Para grupos de conservação ambiental, a medida terá sérias consequências. A ministra das Relações Exteriores da Austrália, Marise Payne, e a ministra do Meio Ambiente, Melissa Price, disseram estar “extremamente desapontadas” com a decisão do Japão.

 

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.