Fórum Educação
07 de abril de 2020, 21h59

Justiça do Equador condena Rafael Correa a 8 anos de prisão

Em resposta via Twitter, ex-presidente considerou seu caso como mais um exemplo de lawfare na América do Sul: “como Lula, Cristina e Evo”, afirmou

Rafael Correa (foto: RT)

Em decisão anunciada nesta terça-feira (7), a Justiça do Equador condenou o ex-presidente Rafael Correa a 8 anos de prisão, pelos crimes de corrução e coação. Jorge Glas, que foi vice-presidente Jorge Glas durante o último mandato de Correa, também recebeu a mesma condenação, acusado pelos mesmos crimes.

As sentenças também incluíram penas de proscrição política: ambos estão impedidos de concorrer em qualquer eleição pelos próximos 25 anos.

Atualmente, Correa se encontra vivendo na Bélgica, país natal da sua esposa. Razão pela qual talvez não seja possível levá-lo a prisão. Porém a pena de cassação de direitos políticos passa a estar vigente a partir deste ano, faltando poucos meses para o início da campanha eleitoral, visando as próxima disputa presidencial, cujo primeiro turno será em fevereiro de 2021.

Através de sua conta de Twitter, o ex-presidente comentou a condenação recebida. “Era isso que eles procuravam: dominar a Justiça para impor o que nunca poderiam fazer nas urnas”, comentou.

O caso chamado “Suborno 2012-2016” foi iniciado em abril do ano passado, e guarda muitas semelhanças com o caso do triplex, com o qual o então juiz Sérgio Moro condenou o ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva. A começar, pelo fato de que nasceu não de uma investigação policial, mas sim de uma denúncia jornalística, que apontava que alguns funcionários governamentais mantinham um esquema paralelo para coletar contribuições clandestinas de empresários, que teria movimentado 7 milhões de dólares. O dinheiro teria sido usado, segundo a imprensa local, na campanha para a reeleição do ex-presidente, em 2013.

Também via Twitter, Correa recordou Lula e classificou sua condenação como mais uma prova de como o lawfare tem sido usado na América do Sul. “Não aprendem nada com a história. Não entenderam nada sobre Lula, Cristina, Evo. Claro que, com esta perseguição, eles prejudicam no curto prazo! Mas a longo prazo, só nos tornam mais invencíveis. Não poderão mudar o curso da história. Resistiremos e venceremos!”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum