Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
26 de fevereiro de 2019, 19h11

‘Lula livre’: na Venezuela, Stedile entrega faixa a Maduro e denuncia prisão política

O dirigente nacional do MST, João Pedro Stedile, denuncia a prisão política do ex-presidente Lula. Ele participa da Assembleia Internacional dos Povos (AIP), que acontece em Caracas e reúne delegações de 85 países

Stedile (Foto: Renato Rovai)

O dirigente nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) e articulador da Via Campesina Internacional, João Pedro Stedile, entregou uma faixa onde está escrito “Lula preso político”, ao presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, nesta terça-feira (26). “Trago um abraço do companheiro Lula, que está preso”, disse Stedile, aplaudido.

A entrega aconteceu durante Assembleia Internacional dos Povos (AIP), que acontece entre os dias 24 e 27 de fevereiro, em Caracas, e reúne delegações de 85 países. Após receber a bandeira, os participantes do evento responderam em coro “Lula livre”.

Em discurso na abertura do evento no último domingo (24), Stedile já havia denunciado a prisão de Lula. “Lula não está preso, Lula está sequestrado pelo capital internacional, que precisou tirá-lo do processo eleitoral brasileiro para apoderar-se do pré-sal”, disse na ocasião.

O editor da Fórum, Renato Rovai, participa do evento. Nesta terça (26), ele ministrou uma palestra sobre comunicação e as mudanças no ecossistema informacional nos últimos anos.

Assista

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum