O que o brasileiro pensa?
06 de fevereiro de 2020, 13h26

Mais de 1,2 mil cientistas denunciam política ambiental destrutiva de Bolsonaro

Texto publicado na Nature - uma das revistas científicas mais conceituadas do mundo - explica didaticamente como Bolsonaro está destruindo as políticas ambientais e indígenas implantadas desde 2005, durante o governo Lula, que transformaram o Brasil em referência mundial no tema

Bolsonaro e o incêndio na floresta amazônica (Foto: Montagem)

Um manifesto assinado por 1.230 cientistas brasileiros, além de representantes de povos indígenas e de comunidades tradicionais, publicado nesta segunda-feira (3) na revista Nature – uma das mais conceituadas publicações científicas do mundo – elenca uma série de estudos e pede apoio da comunidade internacional para reverter a “agenda destrutiva” de Jair Bolsonaro em relação ao meio ambiente.

“Os 1.230 signatários deste ensaio, que representam uma base ampla da comunidade científica brasileira, além de membros indígenas e tradicionais da comunidade, pedem aos parceiros comerciais internacionais, governos estaduais e municipais, parlamentares e cidadãos interessados ​​que pressionem o governo brasileiro para que inverta sua agenda destrutiva e apóie essa agenda construtiva, antes que a humanidade perca trabalhos essenciais ao ecossistema”, diz o texto.

De forma didática e com fontes científicas, o manifesto elenca a importância do ecossistema brasileiro no equilíbrio ambiental em todo o mundo e cita a importância de políticas desenvolvidas durante o governo do ex-presidente Lula.

“Desde 2005, políticas de conservação bem-sucedidas tornaram o Brasil um exemplo global de governança ambiental, em especial expandindo Áreas Protegidas e Terras Indígenas, desenvolvendo sistemas avançados de monitoramento para detectar a perda de vegetação e intervindo nas cadeias de fornecimento de soja e carne bovina. Agora, a administração do presidente Jair Bolsonaro está desmantelando as políticas socioambientais do país, comprometendo a governança de serviços ecossistêmicos de importância global”, diz o texto.

Leia o manifesto na íntegra no site da Nature

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum