sábado, 24 out 2020
Publicidade

Maradona: “Fui, sou e sempre serei peronista”

O craque argentino reforçou seu apoio ao governo de Alberto Fernández e Cristina Kirchner

O ex-jogador de futebol e atual técnico do Gimnasia y Esgrima, Diego Armando Maradona, usou as redes sociais neste sábado (17) para manifestar seu apreço ao peronismo no Dia da Lealdade Peronista.

“Meu pai era peronista, minha mãe adorava Evita e eu era, sou e SEMPRE serei peronista. E isso não deve ser um problema. O problema é a intolerância que nos plantaram. Portanto, Feliz Dia da Lealdade Peronista”, disse o ex-jogador. Ele publicou uma foto em que aparece ao lado da bandeira argentina fazendo um gesto com à mão direita em referência ao ex-presidente Juan Domingo Perón.

“Quem não gosta de mim repete mil vezes que apoiei todos os partidos políticos que governaram a Argentina. Dizem que eu era peronista, que era um radical, que era um neoliberal. E, na verdade, aquilo que apoiei SEMPRE foi o meu país, não importa quem governasse. Não fui bater na porta e pedir foto, foram eles que me convidaram”, completou.

O craque ainda aproveitou para reforçar seu apoio ao presidente Alberto Fernández e à vice-presidenta Cristina Kirchner. “Todo o meu apoio para Alberto Fernández, Cristina Fernández, Martín Guzmán, Axel Kicillof e Ginés González García, os defendo até morrer”, finalizou.

Com informações do Página 12

Lucas Rocha
Lucas Rocha
Jornalista da Sucursal do Rio de Janeiro da Fórum.