Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
11 de novembro de 2019, 22h01

Mesa, que incentivou destruição da casa de Evo, agora pede ajuda pra que não destruam a sua

A queima da casa da irmã de Evo Morales foi um dos motivos para a renúncia do ex-presidente, que não conseguia conter a escalada de violência promovida por manifestantes ligados a Mesa e a Luis Fernando Camacho

Casa de Morales após invasão | Reprodução/Twitter

Carlos Mesa, candidato derrotado nas eleições de 20 de outubro na Bolívia e um dos comandantes do golpe de Estado contra o ex-presidente Evo Morales, solicitou apoio das forças policiais para garantir que manifestantes não destruam sua casa. Em nenhum momento Mesa condenou os ataques às residências de Morales e a outras lideranças e parentes de lideranças do MAS, partido oficialista.

“Muitas pessoas me alertam indicando que uma multidão violenta vai à minha casa para destruí-la. Peço à Polícia Nacional que evite essa loucura”, publicou Mesa, que disputou a presidência pelo Comunidade Cidadã (CC), em suas redes sociais.

O plano golpista orquestrado por Mesa e Luis Fernando Camacho parece que não contava com a resposta dos movimentos sociais, que estão marchando para La Paz em defesa da democracia e das conquistas sociais dos últimos anos. Derrotado nas eleições, o dirigente do CC desconheceu o resultado, afirmou que houve fraude e insuflou a população.

Morales e uma série de lideranças do MAS apresentaram renúncia. Governadores, deputados, senadores, ministros e a presidenta do Tribunal Supremo Eleitoral deixaram seus postos em meio ao avanço da violência dos golpistas no final de semana, que queimaram casas e perseguiram parentes dos moralistas.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum