Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
17 de junho de 2018, 11h34

Migrantes do navio Aquarius rejeitados pela Itália chegam à Espanha

A embarcação com 629 migrantes vindos da Líbia foi rejeitada por Itália e Malta. O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez anunciou que acolheria o navio. "É nossa obrigação oferecer um porto seguro a essas pessoas"

Os migrantes que estavam no navio Aquarius finalmente chegaram em Valência na Espanha. A embarcação com 629 migrantes vindos da Líbia foi rejeitada por Itália e Malta há uma semana e fez a travessia do Mar Mediterrâneo nos últimos oito dias. Estavam no navio 123 menores desacompanhados, onze crianças com menos de 13 anos e sete mulheres grávidas.

O barco é da ONG “SOS Mediterrâneo” e seus tripulantes resgataram os migrantes provenientes de pelo menos seis pontos da Líbia, enquanto tentavam atravessar o Mediterrâneo.

No sábado (10), eles foram impedidos de atracar na Itália e em Malta, ficando assim a deriva no mar. O novo ministro do interior italiano, Mateo Salvini, disse em no twitter: “agora existe quem diz não”. “Que esses senhores saibam que a Itália já não quer ser cúmplice do negócio da imigração clandestina e que deverão buscar outros portos para se dirigirem”, disse Salvini, que também é vice-primeiro-ministro e líder da Liga (extrema direita).

O premier da Espanha, o socialista Pedro Sánchez, abriu o porto espanhol de Valência para receber os imigrantes. “É nossa obrigação ajudar a evitar uma catástrofe humanitária e oferecer um porto seguro a essas pessoas, cumprindo desta maneira com as obrigações do Direito Internacional”, afirmou Sánchez em nota.

Os migrantes seguiam em três diferentes embarcações e chegaram ao longo da manhã deste domingo (17), ao porto de Valência.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum