Milhares tomam o centro de Roma contra Salvini e a extrema-direita na Itália

Ao som do clássico de resistência "Bella Ciao", cerca de 100 mil pessoas protestaram contra a ascensão da extrema-direita na Itália e seu principal líder, o ex-ministro Matteo Salvini; confira

Um movimento que se diz apartidário, o “Sardinhas”, vem assumindo grandes proporções na Itália. Neste sábado (14), uma multidão de cerca de 100 mil pessoas tomou as ruas do centro de Roma para protestar contra a ascensão da extrema-direita no país e seu principal líder, o ex-ministro Matteo Salvini.

Apesar de se dizer apartidário, o movimento, que ganhou esse nome em referência ao grande número de manifestantes “espremidos como sardinhas”, conta com bandeiras progressistas, pró-imigração e com palavras de ordem antifascistas.

As mobilizações foram iniciadas na cidade de Bolonha em novembro, com protestos contra a Liga, o partido de Salvini, que está com popularidade em alta na região de Emilia-Romanha – onde acontecerá em janeiro uma eleição cuja a vitória é considerada estratégica para a extrema-direita italiana. Com algumas dezenas de pessoas nos primeiros protestos, o movimento, em pouco tempo, ganhou a adesão das massas.

A clássica canção de resistência antifascista italiana, Bella Ciao, se tornou a música oficial do ato deste sábado. A principal palavra de ordem era “Roma não se liga”, em referência ao Liga, partido de Salvini.

Confira, abaixo, alguns registros divulgados nas redes sociais.

Publicidade

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR