quarta-feira, 23 set 2020
Publicidade

Na Argentina, Fernández anuncia aumento de salário para trabalhadores do setor privado

O governo de Alberto Fernández continua priorizando a recuperação do poder aquisitivo da população como estratégia para sair da crise deixada pelo seu antecessor, o neoliberal Mauricio Macri.

Na sexta-feira (3), a Casa Rosada anunciou um reajuste salarial de 4 mil pesos argentinos (cerca de 270 reais) especificamente para os trabalhadores do setor privado. Segundo o ministro do Trabalho, Claudio Moroni, “o importante desse benefício é que é um aumento de salário, não uma bolsa ou um benefício temporário ou contingente, é uma conquista permanente”.

Nesta semana, o governo também anunciará medida semelhante direcionada aos trabalhadores do setor público, por valor que ainda está sendo negociado com os sindicatos.

Com a medida, o governo de Fernández espera reaquecer o consumo e a economia, golpeada pelos altos índices de desemprego (14%) e de inflação (55% anual) registrados no último ano da gestão de Macri.

Para conseguir esse efeito, além do reajuste, o governo lançou um pacote que inclui isenções de impostos a pequenas e aumento de imposto para as grandes empresas.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.