sábado, 24 out 2020
Publicidade

Na ONU, papa diz que pandemia é oportunidade para renovar “arquitetura financeira internacional”

Em discurso gravado transmitido na Assembleia-Geral da ONU, Francisco criticou a "ganância das empresas" e a violação dos direitos fundamentais

Em discurso gravado para a 75ª Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), transmitido na manhã desta sexta-feira (25), o papa Francisco afirmou que a crise provocada pela pandemia do coronavírus é oportunidade para mudar a “arquitetura financeira internacional”.

“A comunidade internacional tem que se esforçar para por fim às injustiças econômicas. Este é o tempo propício para renovar a arquitetura financeira internacional”, disse, após ressaltar que “a crise atual é uma oportunidade para a ONU, uma oportunidade de gerar uma sociedade mais fraterna e compassiva”.

Francisco criticou a “ganância das empresas”, que estão colocando em xeque a relação com os trabalhadores no mundo.

“Para garantir um trabalho decente, é preciso mudar o paradigma econômico dominante, que visa apenas ampliar a ganância das empresas. Oferecer empregos a mais pessoas deve ser um dos principais objetivos de cada empregador”, afirmou.

Para Francisco, é “doloroso” ver a violação dos direitos humanos sem punições. “É doloroso ver quantos direitos fundamentais continuam a ser violados impunemente. A lista dessas violações é muito longa e nos traz a terrível imagem de uma humanidade violada, ferida, privada de dignidade [… ] e a possibilidade de desenvolvimento”.

Plinio Teodoro
Plinio Teodoro
Plínio Teodoro Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.