Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
03 de janeiro de 2020, 08h14

Neonazista que liderou marcha de supremacistas brancos em Charlottesville, em 2017, é preso

A prisão ocorreu no leste da Flórida, em Melbourne, por motivo de sequestro e violência doméstica

Foto: Facebook

O neonazista americano Augustus Sol Invictus (foto), de 36 anos, conhecido por ter liderado a marcha de supremacistas brancos em Charlottesville, em 2017, foi preso na Flórida, EUA, informou a polícia nesta quinta-feira (2).

Segundo relatório da delegacia do Condado de Brevard, a prisão ocorreu no leste da Flórida, em Melbourne, por motivo de sequestro e violência doméstica.

Invictus foi um dos oradores de uma marcha de supremacistas brancos e neonazistas em Charlottesville, na Virgínia, em 2017. Na ocasião, uma pessoa morreu e 28 ficaram feridas após um neonazista atropelar um grupo de manifestantes que se opunham ao movimento.

Ele era considerado fugitivo da Justiça do estado de Carolina do Sul, onde era acusado por sequestro, violência doméstica e posse de armas durante um crime violento.

Ele ficou conhecido em 2016, quando se candidatou ao Senado pelo estado da Flórida. Em sua campanha, Invictus negava a existência do Holocausto.

A ONG Southern Poverty Law Center, que acompanha os grupos de ódio nos Estados Unidos, identifica Invictus como um extremista da “alt-right”, movimento da “direita alternativa” que defende o nacionalismo branco e a “civilização ocidental”.

Com informações do G1


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum