Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
09 de janeiro de 2020, 18h29

New York Times divulga vídeo que mostra avião colidindo com míssil no Irã

A região onde o vídeo foi filmado coincide com a área onde o avião ucraniano parou de transmitir sinais; queda do avião aconteceu em meio ao contra-ataque iraniano aos EUA em bases militares no Iraque

Reprodução/The New York Times

O jornal estadunidense The New York Times publicou um vídeo nesta quinta-feira (9) que parece mostrar o momento em que o avião ucraniano foi atingido por um míssil no Irã, na última quarta-feira (8).

Segundo o jornal, o vídeo mostra uma colisão entre um míssil supostamente iraniano e um avião na área de Parand, mesma região onde o avião ucraniano parou de transmitir o sinal antes de cair.

O Times também salientou que, embora tenha sido registrada uma pequena explosão no momento da colisão, o avião não parou de voar e foi direcionado para o aeroporto de Teerã. Nessa direção, o avião teria voado por vários minutos antes de explodir e cair rapidamente.

Mais cedo, a revista estadunidense Newsweek já havia divulgado a informação de que o Boeing 737, da Ukraine International Airlines, pode ter sido derrubado acidentalmente por mísseis antiaéreos do Irã. O acidente matou as 176 pessoas que estavam a bordo da aeronave.

A queda da aeronave aconteceu poucas horas depois do contra-ataque iraniano contra bases norte-americanas no Iraque, em resposta ao assassinato do general Qassem Soleimani. De acordo com a revista, o programa antiaéreo do Irã estava ativo desde o ataque em questão.

De acordo com testemunhas, a aeronave se incendiou ao levantar vôo e explodiu minutos depois nas proximidades do aeroporto.

A Organização de Aviação Civil do Irã também divulgou nesta quinta-feira (9) que o piloto da aeronave não emitiu nenhum alerta sobre provável situação crítica. No avião haviam iranianos, ucranianos, afegãos, alemães, canadenses, britânicos e suecos. Todos morreram.

 

 

 

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum