Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
17 de janeiro de 2017, 22h14

Obama diminui pena de Chelsea, soldada que vazou dados para o WikiLeaks

O fundador do WikiLeaks, Julian Assange, disse que aceitaria ser extraditado para os Estados Unidos se Obama concedesse o indulto para Manning.

 

O presidente dos EUA, Barack Obama, comutou a sentença de Chelsea Manning, transexual originalmente registrada como Bradley Manning, e que trabalhava como analista de inteligência do Exército quando foi condenada pelo vazamento de dados para o site WikiLeaks, de Julian Assange.

Foram os vazamentos de Chelsea que revelaram que os EUA utilizavam-se de espionagem em atividades militares e diplomáticas  em todo o mundo e que colocaram o país na maior saia justa internacional de sua história.

Além de Chelsea, outras 63 pessoas obtiveram perdão do presidente e 209 presos tiveram suas penas reduzidas. Ao fazer isso, Obama entra para a história como o presidente americano que mais comutou sentenças.

Manning, que cumpre uma sentença de 35 anos de prisão em isolamento, será libertada em 17 de maio, de acordo com a decisão de Obama. A informação foi divulgada há pouco pelo “The New York Times”.

Sem pedir perdão, Chelsea Manning, solicitou que Obama reduzisse sua pena.

A soldado já tentou se suicidar em duas ocasiões e fez greve de fome em setembro na prisão de Fort Leavenworth, situada no Kansas, com o objetivo de receber atenção necessária para sua mudança de sexo.

O fundador do WikiLeaks, Julian Assange, disse que aceitaria ser extraditado para os Estados Unidos se Obama concedesse o indulto para Manning.

Assange ainda não se manifestou a respeito depois da decisão de Obama.

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum