Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
20 de março de 2020, 11h15

Organizadores de Tóquio 2020 recebem tocha olímpica, mas não sabem se jogos acontecerão

Cerimônia tradicional aconteceu em estádio grego com capacidade para 50 mil pessoas, mas que contava com apenas algumas dezenas de espectadores

Estádio construído para os Jogos de Tóquio 2020 (foto: divulgação)

Em cerimônia ocorrida nesta quinta-feira (19), em Atenas (capital da Grécia), os organizadores dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 receberam a tocha olímpica, o tradicional ato que marca o início da agenda de eventos olímpicos.

No entanto, não há nenhuma certeza sobre se os jogos poderão realmente ser realizados, ao menos neste ano. A pandemia do novo coronavírus, que já atingiu 158 países do mundo, levou o planeta inteiro a adotar severas medidas de restrição a viagens internacionais. O Japão mesmo é um dos que impôs um fechamento parcial e temporário de suas fronteiras.

Mesmo assim, o COI (Comitê Olímpico Internacional) e o governo japonês insistem em que os Jogos acontecerão. O presidente do Comitê Organizador de Tóquio 2020, Yoshiro Mori, divulgou nesta mesma quinta, um vídeo no qual diz que a chegada da chama olímpica ao seu país poderia “ajudar a retirar as nuvens obscuras que assustam o mundo”.

A tocha foi entregue pelo diretor do Comitê Olímpico da Grécia, Spyros Capralos, à ex-nadadora japonesa Naoko Imoto, em um estádio cuja capacidade é de 50 mil pessoas, mas que contava com apenas algumas dezenas de espectadores. Horas depois, a delegação japonesa já voava de volta ao seu país, em um avião especial onde estava escrito “Tokyo 2020 Go”.

A tradicional viagem da tocha por todos os continentes já foi cancelada. Haverá apenas uma peregrinação da mesma por algumas cidades japonesas, a partir do dia 26 de março. Oficialmente, os Jogos Olímpicos de 2020 estão marcadas para o período entre 24 de julho e 9 de agosto.

O Japão é um dos países com menos casos de coronavírus no mundo: apenas 924, com 29 mortes. Os números são maiores que os do Brasil, mas podem ser considerados baixos se levado em conta que os primeiros casos apareceram ainda em janeiro, e essa e a evolução após dois meses.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum