#Fórumcast, o podcast da Fórum
20 de agosto de 2019, 20h26

Padre nega emprego a faxineira e põe culpa em cachorro: “Não gosta de negros”

Padre estadunidense rejeitou a faxineira LaShundra Allen porque, segundo ele, o cachorro da paróquia sofreu um trauma quando era filhote; Allen não teve a oportunidade de ver o animal

O padre Jacek Kowal e o cachorro Cesar | Reprodução

Um caso de racismo vem repercutindo com força na imprensa norte-americana nos últimos dias. O padre Jacek Kowal, da paróquia da Encarnação, no Tennessee, nos Estados Unidos, recusou o trabalho da faxineira LaShundra Allen pelo fato de ela ser negra. Kowal afirmou que o problema não era com ele, mas o cachorro da igreja, que teria um “trauma” com pessoas negras.

“Lamento, não quero ser grosseiro, mas o cão não gosta de negros”, disse o religioso, segundo Emily Weaver, que indicou Allen para ocupar a função de faxineira que era responsável anteriormente.

Kowal afirmou que, quando ele era filhote, o cão pastor alemão Cesar sofreu um trauma com um rapaz que era negro e que, por conta disso, “Cesar fica agitado com estranhos de pele escura”.

Emily e LaShundra decidiram levar o caso para a Justiça. Os advogados argumentam que a faxineira não teve sequer a oportunidade de manter contato com o animal para testar a reação.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum