Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
14 de fevereiro de 2020, 13h24

Polícia brasileira detém argentino que levava a sogra no porta-malas do carro

Veículo também carecia de cadeirinha obrigatória para viajar com crianças. Turistas ficaram detidos durante algumas horas, até resolver as irregularidades e pagar uma multa.

Sogra viajava no porta-malas do carro de família argentina de férias em Florianópolis (foto: reprodução Instagram)

Não cabe todo mundo no carro? Claro que cabe! É só colocar a sogra no porta-malas. Foi o que pensou um turista argentino, que foi detido nesta quinta-feira (13), quando passeava com a família pela cidade de Florianópolis (SC).

Segundo a Polícia Militar Rodoviária de Santa Catarina, o veículo circulava com várias irregularidades. “Um dos problemas era que faltava a cadeirinha especial para crianças, mas o mais estranho de tudo foi que a sogra viajava no porta-malas, junto com os objetos de praia”.

O comunicado da Polícia Rodoviária catarinense, publicado em seu perfil de Instagram, também afirma que “uma infração desse tipo coloca em risco a vida das pessoas que estão no veículo, por isso recomendamos a condução com segurança e a utilização correta de dispositivos como o cinto de segurança e a cadeirinha especial para crianças”.

Ver esta publicación en Instagram

PMRv FLAGRA SOGRA SENDO TRANSPORTADA NO PORTA-MALAS EM FLORIANÓPOLIS Na manhã desta quinta-feira (13) os policiais militares rodoviários do posto 1, em Florianópolis, abordaram um Renault Duster de uma família argentina, na SC 401, que transitava com irregularidades. Uma delas era a falta de cadeirinha para uma criança. A outra era mais inusitada. A sogra estava no porta-malas do veículo junto aos apetrechos de praia. O motorista foi autuado e liberado após sanar as irregularidades. A policia militar rodoviária alerta sobre o perigo de transitar com passageiros no compartimento destinado a carga. Além de infração de trânsito, coloca em risco a vida. Dirija sempre com segurança e utilizando os dispositivos de retenção como cinto de segurança e a cadeirinha para as crianças.

Una publicación compartida de Polícia Militar Rodoviária SC (@pmrodoviariasc) el

Os turistas argentinos, que não tiveram seus nomes divulgados ficaram detidos por algumas horas na capital catarinense, até que resolveram as irregularidades, pagaram uma multa e puderam seguir viagem, de retorno ao seu país.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum