segunda-feira, 21 set 2020
Publicidade

Policial que matou George Floyd em Minneapolis é acusado por homicídio culposo

O ex-policial Derek Chauvin, de Minneapolis, foi acusado nesta sexta-feira (29) por assassinato em terceiro grau e homicídio culposo referente à morte de George Floyd. Foi o mais rápido que um policial já foi preso e acusado no local, segundo o advogado Mike Freeman.

Segundo a Fox News, Freeman também afirmou que o assassinato em terceiro grau é o mesmo que foi registrado contra o ex-policial Mohamed Noor, em 2017, que matou uma mulher que chamou a polícia para denunciar um possível ataque sexual no sul de Minneapolis.

Chauvin foi preso nesta sexta (29), quatro dias depois de asfixiar Floyd com o joelho, em um ato registrado em vídeo que se espalhou rapidamente na internet. Enquanto o policial pressionava seu pescoço, a vítima repetia que não conseguia respirar.

O acontecido gerou uma onda de protestos nos Estados Unidos contra o racismo e a violência policial contra a população negra, que ganharam imensa repercussão. Sobre o assunto, e questionado se as revoltas interferiram na rapidez do processo de acusação de Chauvin, Freeman disse que “não está alheio” ao que está ocorrendo.

Chauvin foi demitido após a agressão, assim como três outros policiais envolvidos.

Gabriella Sales
Gabriella Sales
Estudante de Jornalismo na ECA-USP e estagiária da Fórum.