Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
17 de novembro de 2019, 15h03

Presidente eleito na Argentina, Alberto Fernández pede intervenção da ONU na Bolívia

Fernández também citou a omissão do atual governo argentino, de Mauricio Macri, assim como o endosso da OEA à onda de repressão e mortes na Bolívia

Reprodução

O presidente eleito na Argentina, Alberto Fernández, foi às redes sociais neste sábado (16) para expressar sua preocupação com o golpe de Estado na Bolívia, que forçou Evo Morales a renunciar no último domingo (10). Fernández citou a omissão do atual governo argentino, de Mauricio Macri, assim como o respaldo da OEA, e pediu a intervenção da ONU para conter a ditadura boliviana.

Em sua publicação, Fernández compartilhou uma imagem do documento que mostra que o governo golpista de Jeanine Añez isentou as Forças Armadas de responsabilidade penal por mortos e feridos em protestos na Bolívia. Dessa forma, acobertando os crimes da forte repressão policial que já está em curso no país.

“O governo de fato que usurpou o poder na Bolívia liberou as Forças Armadas para agir sem ter que responder por seus crimes. O número de mortos cresce. O governo argentino está calado. A OEA endossa. Michele Bachelet e a ONU devem intervir. #BoliviaGolpeDeEstado”, escreveu o presidente argentino.

A quantidade de mortos e feridos por violência policial na Bolívia tem assustado autoridades internacionais. Neste sábado (16), a alta comissária da ONU para Direitos Humanos, Michelle Bachelet, denunciou a repressão e o uso excessivo da força policial no país. A Organização ainda reconhece pelo menos 17 mortes decorrentes dos protestos, sendo 14 apenas nos últimos seis dias, período que sucedeu o golpe contra Evo Morales no último domingo.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum