Seja #sóciofórum
14 de outubro de 2019, 07h47

Pressionado por protestos, Lenín Moreno cede e revoga alta dos combustíveis

Expectativa é que medida amenize o cenário turbulento do país

Foto: Fernanda Gallardo/Voces Ecuador

O presidente do Equador, Lenín Moreno, decidiu revogar o decreto que retirava o subsídio aos combustíveis e previa uma alta de até 123%. Decisão veio após conversa com líderes indígenas, que ameaçaram continuar os protestos caso a decisão não fosse revogada. Moreno disse que deverá substituir o decreto 883 por um novo texto, a ser redigido por uma comissão, que foi formada na noite deste domingo (13).

Antes da decisão que deve amenizar o cenário turbulento, o Equador viveu um dia de incerteza. Indígenas e governo começaram a dialogar no fim da tarde, ou início da noite no Brasil, num local próximo à capital Quito. Com a cidade militarizada, o acesso à reunião estava restrito, sem permissão de participação da imprensa.

Moreno havia sido pressionado pelo líder indígena Jaime Vargas, que disse que o grupo não continuaria conversando e seguiria os protestos, que já duram 11 dias, caso o decreto não caísse. Para os indígenas, a derrubada do decreto era item essencial para seguir conversando.

Anteriormente, Moreno se posicionava de forma irredutível e chegou a decretar estado de exceção para conter os protestos. Com o avanço das mobilizações, que envolve estudantes, indígenas e trabalhadores de diversos segmentos, o presidente teve que recuar. Por conta dos protestos, segundo a Defensoria do Povo, de 3 a 12 de outubro há registros de 6 mortos, 937 feridos e 1121 presos políticos. Movimentos sociais indicam que 86 pessoas estão desaparecidas.

Confira a declaração de Moreno no Twitter:

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum