quarta-feira, 23 set 2020
Publicidade

São Paulo receberá ato contra o golpe na Bolívia

Um evento para apoiar Evo Morales e mostrar a indignação pelo golpe de estado que foi deflagrado na Bolívia pela extrema direita do país. É isso que propõe o 2º Ato em Solidariedade ao Povo Boliviano Contra o Golpe. A manifestação será realizada neste domingo (24), a partir das 14 horas, em frente ao Masp, na Avenida Paulista, em São Paulo.

O ato é organizado pelo Comitê Brasileiro de Solidariedade ao Povo Boliviano contra o Golpe de Estado.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

“O povo boliviano reage com manifestações e exercendo seu direito à autodefesa tomando conta das ruas do país. Uma grande marcha foi organizada de El Alto até La Paz, e outras regiões também se mobilizam, demonstrando que o golpe não está consolidado. Somente a luta popular é capaz de impedir um golpe, como vimos na resistência do povo venezuelano contra as ofensivas golpistas da oligarquia e do imperialismo”, diz um trecho do manifesto lançado pelo grupo.

A última eleição presidencial da Bolívia foi o estopim para o golpe. A extrema direita não aceitou o resultado das urnas e alegou fraude no processo. A apelação foi aceita pela Organização dos Estados Americanos (OEA). Diante de um forte clima de violência e instabilidade no país, Evo Morales foi obrigado a renunciar ao cargo de presidente e pedir asilo político no México. O Estado boliviano hoje é controlado por golpistas de extrema direita, com viés conservador e cristão.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.